10 de dezembro de 2010

carta aberta a uma entidade superior (*)



(*) quem estiver disponível de momento, género Alá, Pai Natal, Fada dos Dentes, o Rato Mickey, anyone



Para não passar por pobre e mal agradecida que só pede, só pede, só pede, começo já por me mostrar imensamente grata por ser finalmente fim-de-semana (estava difícil, han?)

Depois, ficava também desde já agradecida se não criasses uma intempéride este fim-de-semana, género uma coisa estúpida assim aleatória, tipo um tornado, um furacão, um tsunami, um sismo. Era agradável. E, para quem consegue evitar um desastre natural, não é dificuldade nenhuma evitar que chova, né? Dava imenso jeito (para continuar a reconstruir e a limpar a merda toda que causaste na 3ªfeira, 'tás a ver?). 

And last but not the least, se arranjasses alguém para ir na minha vez fazer Banco na segunda-feira sem ninguém dar pela minha falta, para eu poder finalmente descansar, iiiiiiiiihhh, era espectacular, aí é que me ajoelhava a teus pés, rendida. Senão pronto, deixa estar.

Obrigados.

8 comentários:

pedro disse...

olá quando puderes lê o meu comment no post anterior =) bjocas, e o sao pedro nao manda mais intempéries parvas

Kikas disse...

eu vou por ti, se não te importares que alguém morra :p

S* disse...

Oh coitada... alguém está a precisar de descansar.

Mary Jane disse...

Eu assino por baixo, para que todos juntos sejamos mais fortes :) Um grande beijinho *

Dexter disse...

Já estás como eu... Só quero dormiiiiiiiiiiiiiiiiiir...

Cat disse...

pedro, :) *

Kikas, LOL, humm..acho que importo. Mas fico sensibilizada pelo gesto :)

S*, mesmo.

Mary Jane, obrigado querida ;)

Dexter, boceeeeejo.

Lady Me disse...

Espero que consigas descansar, Catzinha! Bem precisas e mereces!

Olhos Dourados disse...

Amén!