3 de novembro de 2009

Se Não Há é Porque Não Há...


Mas se há...


Por ser estudante do 5º ano de Medicina, tenho direito a receber vacina da gripe A, fazendo parte de um dos tais grupos ditos prioritários. Recebi um e-mail a perguntar se ia querer recebê-la - para terem uma estimativa de quantas doses vão ser necessárias. E agora, não sei. Assim de repente, sim, quero, que eu não sou muito de ir nesses boatos que por aí circulam. E costumo achar que as teorias da conspiração são coisa de pessoas com muita imaginação e pouca coisa para fazer. Mas, se dentro da própria comunidade médica há dúvidas e não há uma fonte fidedigna de informação (ou nem todas as fontes fidedignas partilham da mesma opinião!). Hmm...




32 comentários:

D* disse...

Ai as pessoas confundem-me :x

Red Tape disse...

Se porventura apanhar a gripe A, espero poder partilhá-la com todos vocês que eu até sou uma pessoa bastante solidária. hehehe

DÁ-ME JÁ A VACINAAAAA!!!
lol

Lolita disse...

Pois eu pertenço a um dos grupos prioritários para levar a vacina e quando chegar a altura do "meu" grupo também não sei o que fazer. beijinho*

Sara disse...

Eu não pertenço a nenhum nesses grupos, mas sei que se estivesse grávida por exemplo não levava.
Se até os próprios médicos (alguns bem conceituados) nao levam por dizerem que não confiam na vacina......
Há que suspeitar, mas cada um sabe de si.

*B* disse...

Pois, a decisão é difícil de tomar, querida Cat...

Pondera bem pois sei que irás escolher o que for melhor. Se não tomares, tenta ter o maior cuidado possível no hospital.

Grande beijinho*

Lia disse...

realmente, qd as informações são contraditórias, sabemos lá o que é melhor....

Ana'Space disse...

Eu só não levava devido ao meu problema com agulhas, dão-me um certo pânico e se puder evitar uma vacina evito xD

Jojozinha disse...

é complicado cat..
mas aproveita sim!

Rosie Dunne disse...

sinceramente, também não percebi ainda o que é melhor... mas se tens oportunidade, vê bem os prós e os contras...

Rose Dawson disse...

eu cá não vou tomar, pra ser sincera já estive com mais medo da gripe.

Jedi Master Atomic disse...

Nunca quis vacinar-me contra a gripe normal e muito menos contra esta. O sistema imonulogico que trabalhe que é para isso que ele serve :P

co2 disse...

Ora aqui está uma boa opinião. O sistema imunitário que "trabalhe".
Qualquer pessoa saudável tem obrigação de aguentar uma gripe, por isso não percebo porque é que os jovens, ainda que estudantes de medicina, tenham de ser vacinados.

ADEK disse...

Hoje pedimos a opinião da prof de Infecto e do prof de MGF... Ficou 1-1... Não vou pedir para tomar:) Depois explico-te melhor as duas posições, se quiseres XD Mas resumindo:

Prof de Infecto: Eu vou tomá-la já a seguir, porque trabalho nos Cuidados Intensivos, e acho que é um dever cívico meu.

Prof de MGF: Não irei com certeza vacinar os meus filhos, por exemplo... Mas se vocês querem tomar ou não, é decisão vossa!

Basicamente o risco de complicações de apanharmos a gripe é quase nulo...Ficamos uma semaninha em casa, de cama, e tá feito! O risco de sofrermos efeitos secundários, caminha para o mesmo...Por isso, é escolher! (Eu gosto dos miminhos da mamã quando estou doente:P)

*

# Gabriela disse...

Eu cá não tomava, mas...

mary disse...

eu sinceramente não a tomava. a gripe não mata ninguem que seja perfeitamente saudavel, pelo que tenho percebido. como ja tinha mencionado num comentario, nao estou muito dentro destes assuntos, pois mais uma vez, é um assunto do mundo que ja me enjoa. tanta gente a morrer a todos os segundos com tantas coisas mais graves e so se fala na gripe A... acredito que seja fatal faltar a uma ou duas semanas de aulas da faculdade se, por acaso, algum de nos apanhar, mas materia recupera-se logo e vá lá... duas semaninhas na cama em pleno inverno não pode ser assim TAO mau. pode? :$

(o 'pleno inverno' foi usado a pensar daqui a uns meses, que hoje é dia 3 de novembro e sai de casa de t-shirt as 8 da manhã! não estava mesmo frio...)

Cat disse...

D*: também a mim :P

Red Tape: LOL que amoroso! Depois fazemos uma Flu Party, todos juntos!

Lolita: é uma chatice decidir, sim!

Sara: o prestigio das opiniões, tanto dum lado como de outro, distribui-se mais ou menos 50%/50%, isso é que dificulta!

*B*: sim, tento sempre ter o máximo cuidado. Já tinha antes da gripe :) Os estudantes, no geral, são cuidadosos. Mais do que alguns médicos!

Lia: pois =/

Ana'space: ai que mariquinhas! xD

Jojozinha: pois, vou ver ainda...

Rosie Dunne: o programa? ;)

Rose Dawson: eu também, honestamente..

Jedi: a vacina da gripe sazonal é para velhotes :P

co2: estudantes de medicina até faz bastante sentido. É só para estudantes dos anos clínicos (a partir do 4ºano) que são pessoas que estão diariamente em ambiente hospitalar: urgência, enfermaria... Como é o meu caso. Mais do que o maior risco óbvio de apanhar (por maior contacto com doentes) há maior risco de a transmitir (pelo mesmo motivo). Não? É também por isso que os médicos estão a ser vacinados (alguns só, sim!). Mais do que o risco dos efeitos da gripe neles que são poucos, há o perigo de serem veículos de transmissão da doença..

ADEK: é mais ou menos como se distribuem as opiniões, 50/50...o que não ajuda a decidir! :)

#Gabriela: pois, há sempre um "mas" :)

mary: duas semanas em casa soam-me a uma coisa maravilhosa, posto dessa forma ;)

Rita disse...

Das algumas notícias que recebi de Portugal (isto de não ter net durante um mês nem tv em casa...)fiquei escandalizada com a dos os políticos serem dos primeiros a recebe-la deixando para trás pessoas a que a vacina seria mais importante, vá.

♥ Guida disse...

Sinceramente? Eu não tomava. Acho que nos vão colocar a mesma questão daqui por uns meses se entretanto não derem conta do recado, e eu não vou querer cá coisas dessas. Prefiro ter a bela da gripe que, aparentemente, é facilmente curável.

Nem os meus professores a querem...


Beijinho

Лαяiα ♡ disse...

Sinceramente, não sei o que será melhor :SS

Bjoo*

Galo disse...

Isto já andava uma confusão, sem a classe médica a deitar mais uma acha para a fogueira.
Pelo que se tem lido, não me parece que esta gripe (A) seja pior do que as outras. A diferença é que tem os holofotes da imprensa em cima e mesmo que um fulano morra com uma caganeira, se, por acaso, estiver com gripe é a gripe que tem a culpa.

Beijo

made in ♥ love disse...

é um pau de 2 bicos :(

Um beijinho
Eduarda
Be in ♥ love

JorgeMiguel disse...

Pessoas houve que colocaram-te dúvidas...
Para não ires na conversa de uns ou de outros - isto no sentido de seres imparcial - terás de fazer o teu próprio caminho.
Ou seja pesquisa bem (papers técnicos e científicos e não tanto os artigos empolados dos media) e lê sobre os dois lados da moeda, ou melhor da vacina(!), e retira as tuas próprias conclusões.
Verás, e não estarei certamente a dar-te alguma novidade, que uma abordagem deste tipo fará de ti uma melhor (pré-)médica.
Verás também que ao fazeres uma argumentação sobre os dois lados, com uma conclusão tecnicamente bem fundamentada, aumentarás a tua credibilidade de forma gratificante tanto junto dos pacientes como junto dos teus pares (e profes - para boas notas! ;-).

Lady me disse...

Eu acho que não queria! xD

Malinha viajante disse...

Decisão complicada! Nada como ponderar os dois lados :)
bjs

miúda gira disse...

Olá!
Vou às urgências mesmo porque o ortopedista está de banco. Eu acho que devias levar a vacina, quando chegar a altura eu tenciono levar a minha, se bem que por essa altura já fiz Pneumo e as medicinas tds e não sei se ainda valerá muito a pena...

~ rita disse...

Se fosse comigo, acho que também não tomava. Não dizem que tem uns efeitos secundários manhosos? E como a gripe é mais habitual... [pelo menos comigo, que tenho todos os anos (e esta não há-de ser muito diferente)]

Dexter disse...

Há alguma desvantagem em tomar? Se n houver toma...n perdes nada..

Olhos Dourados disse...

Eu não sei também, isto é muito confuso, acho que optava por não levar.

Kikas disse...

só li o comentário do Dexter, que está mesmo aqui ao pé do fim, e concordo!

Cat disse...

Rita: pelo que sei, além dos doentes que têm indicação para tomar devido ao elevado risco de complicações, foram considerados também como prioritárias as pessoas que supostamente seriam absolutamente indispensáveis para o funcionamento do país, no caso de pandemia: pessoal da área da saúde, ministros, presidente da republica, presidente da galp, edp, tap, pt...para assegurar as comunicações, o fornecimento de energia, etc.. Acho bem, até. Todos estes grupos prioritários vão levar a vacina com pouco tempo de intervalo, tanto doentes como os outros...

Guida: acho que os enfermeiros e médicos que se estão a recusar a tomar estão a ser um bocadinho egoístas. Mais do que a doença em si próprios, que terá pouco impacto, trata-se de um problema de saúde público, onde o principal risco é o de transmitirem a doença, ainda por cima a maioria trabalha com doentes imunodeprimidos, debilitados...Se eu trabalhasse, por exemplo, nos cuidados intensivos, levava de certeza, acho que seria quase uma obrigação para mim.

Maria: pois é!

Galo: tenho um professor que diz que a gripe A foi invenção da imprensa :P

made in love: sim!

Jorge Miguel: o pior é quando essa mesma informação científica, creditada e rigorosa, é contraditória. A OMS que é (supostamente) a entidade máxima da saúde garante que é segura. No New English Journal of Medicina, que é uma publicação conceituada, saiu um artigo sobre os supostos perigos. E além disso, há coisas que é impossível saber antes de passar determinado tempo (às vezes, anos) desde a admnistração da vacina. É por isso que, por vezes, medicamentos banalizados que circulam no mercado há décadas são retirados. Mas tens muita razão: nada como opiniões fundamentadas e rigorosas, em todos os assuntos :)

Lady me: pois, acredito :)

Malinha viajante: e quando mesmo depois disso se continua sem saber? :P

miúda gira: eu, este ano, ainda vou fazer no segundo semestre Medicina, Infecto, MGF... :/

~rita: pois, não se sabe bem..

Dexter: não se sabe bem, há quem diga que se descohecem efeitos graves a longo prazo (que só se podem saber, às vezes, x anos depois da admnistração da vacina). Outros dizem que não, que não é nada disso.

Olhos Dourados: é confuso mesmo.

Kikas: as más línguas dizem que podem existir, a longo prazo, coisas esquisitas. Como acontece às vezes com medicamentos que estão no mercado há anos quando são retirados e que só a longo prazo se percebe que causam determinada coisa. E dizem que foi criada demasiado rapidamente para se ter a certeza. Mas não se sabe, claro, podem ser boatos, pode ser mentira.

♥ Guida disse...

Pois! Mas, caraças :| Egoístas? Se há a história do Guillain Barré e outras coisas da mesma família... É preferível ficarmos doentinhos em casa com algo simples do que ficarmos arrumados de vez. Ora! Fora aquilo que não se conhece acerca da vacina :\


Beijinho

Miss Kitty disse...

Já tive essa conversa com outros colegas que estudam medicina. Esse meu colega não quer a vacina. Diz que não confia por vários motivos técnicos que agora não vou explicar. De salientar que ele é também licenciado em farmácia, portanto percebe bem daquilo.

Tens que ver, porque se não tens mais nenhuma patalogia considerada de risco se calhar até nem se justifica tomares.

BJS*