1 de maio de 2009

A borbulha no rabo da Nicole Kidman

“ (…) Quando há 17 anos encontrei a Teresa, simplesmente houve um clique que ainda não desclicou. É difícil? Às vezes. O mundo está cheio de mulheres giras? Está. Mas eu tenho a teoria da borbulha no rabo da Nicole Kidman. É uma teoria simples que pode ser formulada da seguinte forma: se a beleza for o único combustível que alimenta uma relação, acabará inevitavelmente por se esgotar. Por mais belo que seja um corpo, um dia cansar-nos-emos dele. E nessa altura encontraremos sempre uma borbulha, uma estria, uma calosidade, um osso saliente com que implicar. Pode ser a belíssima Nicole Kidman. Ou a lindíssima Gisele Bundchen. Chegará o tempo em que todos os centímetros quadrados de pele já foram explorados, todas as posições do Kamasutra ao alcance da nossa coluna vertebral já foram experimentados - e o tédio virá. “

Escreveu João Miguel Tavares, na sua crónica semanal, na revista do JN, na semana passada. E eu achei delicioso e atrevi-me a transcrever. E a subscrever.

Gosto de acreditar nisto. Gosto de acreditar no Amor. No Amor verdadeiro, no Amor por si mesmo.



7 comentários:

ML disse...

É nesse Amor que eu acredito.
Costumo dizer isso muitas vezes. Ano após ano, não é a beleza que consegue suportar uma relação. Concordo em absoluto*

Dexter disse...

Lá diz o ditado: quem feio ama, bonito lhe parece. De facto o que interessa é o sentimento mútuo, o resto são balelas.

Charlie, The Sinner disse...

Se o amor não transcender o que os olhos vêem é amor? Hmmm, não me cheira. Mas é algo cada vez mais raro de desencantar na nossa sociedade!

Beijinho

P.S. - Quanto às papas, experimenta! A de Maizena é do melhor que há, sabe mesmo a leite creme :|

disse...

E quando se sente um amor assim, sabemos que é verdadeiro ;)

Verdinha disse...

adorei :p

Lady me disse...

Concordo plenamente!

*A mim ELE diz-me "gosto até do teu pêlo encravado!" Pode parecer um pouco "grrr" no primeiro momento mas a verdade é que o Amor não se pode alimentar só da perfeição porque como transcreveste, ela acaba*

Beijinho!

Rapariga do Batom Vermelho disse...

Também gostei, sei senhora!:)

*