22 de abril de 2009

O meu afilhado(zinho) de 7 anos escreveu, nas páginas em branco, da sua caderneta escolar:

Pegava numa faca e fazia o Pedro desaparecer!

O Pedro é um menino lá da escola, um ano mais novo, que tem espírito de líder e põe todos atrás dele, a fazer o que ele quer. O meu afilhado, não é que goste de liderar, só não gosta é de ser subjugado (ah, grande miúdo!).
Quando a professora viu e, preocupada, quis ter uma conversa séria com ele sobre o assunto, ele respondeu:

Não disse que as páginas em branco da caderneta eram para escrevermos
ou desenharmos o que sentissemos?



Nem sei o que pensar!





13 comentários:

Ivan Mota disse...

É deste espírito guerreiro que o povo português precisa de vez em quando. O grito sanguinário da revolta. Contra os canhões marchar.. marchar.

disse...

É a sinceridade das crianças...quantos de nós não sentimos às vezes o mesmo?

Charlie, The Sinner disse...

É valente, o moço! Se as pessoas grandes deste país fossem como ele, acredita que não estávamos no fundo do poço.

Beijinho

Dexter disse...

Ele apenas pôs por escrito o que pensou...Tal como a Bê disse, quantos de nós n pomos cá p fora o que sentimos?

Se calhar o teu afilhado é vítima de bullying ou tentativa de, e está revoltado.

Charlie, The Sinner disse...

Nah, lixo com as franjas :P Ficam muito bem nas outras pessoas, mas em mim é impossível. Há uns tempos tive a infeliz ideia de cortar uma franja à MEO e detestei. Tinha que a esticar sempre, mas como o meu cabelo é rebelde... Enfim a foto do perfil fala por sim! :D Se há sítio onde não vou cortar é à frente. Não me dá jeitinho nenhum :(

Beijinho

Rita disse...

Valente! E sincero! :D
Como prometido, venho falar da experiência de psiquiatria! O primeiro dia pronto...fui ver ECT's e segurar as senhoras enquanto fazia a terapia...deveras bonito :S
Mas depois adorei :) Senhoras muito queridas.
É apenas um pouco deprimente ver o sofrimento, que é muito e que eles sentem a sério, e ver pessoas de todos os graus de escolaridade, pessoas normais. Apercebemo-nos que não estamos nada livres do mesmo.

bj*

pedro disse...

o dexter tem razao ele pode ser vitima de bullying mas espero que so escreva e nao faça o que disse =/ mas mesmo assim grande miudo =)

Patrícia disse...

Corajoso, o miudo! E se ele se sente mesmo assim, penso que devia ser feito alguma coisa em relação ao tal Pedro.

Menina do Mar disse...

A sinceridade das crianças...se todos os adultos conseguissem ter a mesma sinceridade. Aposto que depois de escrever aquilo se ficou a sentir melhor e não vai precisar mesmo de o fazer, ao contrario dos adultos que como não dizem o que sentem, não deixam que a razão oiça e os chame para a realidade.

p.s: tens um afilhado ai a formar uma grande personalidade, parece-me ;)
*

ADEK disse...

Eu às vezes lamento já não ter dessas cadernetas... (apesar da malta de Neurologia ter tentado com aqueles portfolios ridículos...btw, já não sei onde pus o meu:X)

Cat disse...

hum, não sei, não me parece... ele está numa escola com poucas crianças, onde estas coisas não acontecem tanto. Mas como não é muito de se envolver em brigas e confusões, escreveu o que lhe ia na alma :)

Bem, com os vossos comentários, acho que até me tornei uma madrinha orgulhosa em vez de uma madrinha preocupada :)

tudo.a.que.tenho.direito disse...

sinceridade! acima de tudo! é por isso que as crianças são o melhor do mundo.há muitos adultos que se exprimissem assim as suas raivas e mágoas seriam pessoas bem mais tranquilas e não racalcadas e retraídas.

Miss Mau Feitio disse...

é sinal que lhe incomoda bastante...