27 de março de 2009


Descobri que a coqueluche dos acessórios para cão (não é que eu tenha um cão... vi nas notícias) é qualquer coisa como uma coleira anti-latido. É activada pela vibração das cordas vocais e basicamente, dá choques eléctricos até o animalzinho, como bom pavloviano e fazendo jus aos seus reflexos condicionados, aprenda que o melhor é ficar caladinho.





Não inventam um colar do género para humanos?

É que há pessoas tão negativas que nos desalinham os chakras! (*)

(*) e que não compreendem os: “ah estou aqui a mexer no telemóvel” ou “estou a olhar para este poster gigante tão interessante sobre esta marca de sumos de fruta “ ou “estou a pensar na morte da bezerra e não quero ser incomodada” ou “estou a ler este panfleto que me deram sobre a Igreja Universal do Reino de Deus” que são dicas para: não quero participar neste complot contra o mundo nem dizer mal de tudo o que me rodeia num raio de 2 quilometros. Se compreeendessem não seria necesessária uma abordagem tão agressiva. Não, não.


2 comentários:

Rita M. disse...

Que horror!

Rita M. disse...

Para os animais! Apesar de que para as pessoas se calhar também não era boa ideia.