22 de outubro de 2012

amor e uma cabana ou isso são tretas?



É o amor, por si só, suficiente?





25 comentários:

Rosa Cueca disse...

Não.
Objectivamente, aprendemos que o amor só não chega. O amor e uma cabana foram tretas que nos incutiram ;)

Flow disse...

Acho que não, infelizmente. Por alguma razão, gostamos de acreditar que sim, que existem contos de fadas :)

Isa disse...

Não, há outras necessidades que precisamos de ver satisfeitas, mas o amor por nós mesmos, e o respeito, são condição inegociável para que tudo aconteça...
Kiss Kiss

GATA disse...

Cabana??? Mas eu sou gata de cabana??? Condomínio e com todas as mordomias; então, sim, acredito no amor! :-)

mary disse...

Não acho Cat... Acho que há um todo de circunstancias à nossa volta que influenciam relações e destinos. Se fosse assim tão fácil...

margarida disse...

Não, só amor não chega. Até porque o amor deixa-nos cegas para as evidências do dia-a-dia, que de resto não podemos ignorar. Há uns anos achava que sim, que chegava, tão romântico tentar trinta mil vezes resgatar uma relação que está nas ruas da amargura, mas agora sei, tenho a certeza, que gostar só não chega. Mas quando é que é altura para pontos finais? Pois, também não sei.
Beijinhos

'Mimi disse...

Para o início é capaz de chegar :) depois disso há que investir na relação

M.R disse...

O amor é muito importante no inicio, depois acaba por ficar para segundo plano.

Clementine disse...

Posso viver num mundo pararelo talvez, mas para mim quando se tem amor tem-se tudo e consegue-se tudo, desde que seja verdadeiro :) *

Ana 100 Sentidos disse...

Não sei.
Gostava que sim mas acho que não.

Jedi Master Atomic disse...

Depende. Se a cabana for em Bora-Bora, custar €5000/mês e eu tiver dinheiro para a pagar e ainda sobrar bué....sim :P

S disse...

Nop!!! O amor é só o ponto de partida, um óptimo ponto de partida mas são precisas muuuito mais coisas!!!
Bj S

S* disse...

Eu acredito que sim.

Hermione disse...

Não chega, mas é a base de muitas coisas...

Red disse...

pode não ser condição suficiente, mas é sem dúvida condição necessária ;)

c. disse...

depende do que considerares amor :) acho que é sempre a resposta mais sábia

Brownies disse...

Não, não é.

Catarina disse...

Sim, no inicio. Quando é a fase da paixão assolapada :)
Depois disso é preciso haver investimento na relação, cedências e alguns sacrifícios. Não que seja pior, porque não acho que seja, só é mais trabalhoso e é preciso definir se a outra pessoa vale a pena esse trabalho :)

Mamã de Peep-Toe disse...

Não...nem pouco mais ou menos....

i. disse...

Não, de todo! Pode ser o essencial, a primeira coisa que faz falta.. Mas sem o resto, tipo confiança, intimidade, à-vontade, carinho, esforço, amizade.. Sei lá, tanta coisa, não chega. Eu acho.

Cat disse...

A menina também é da opinião que não.

Clairvoyant disse...

Tenho cá a impressão de que nada por si só é suficiente. Precisamos de muitas coisas na vida, umas mais do que outras e cada um tem a sua receita para o cocktail da felicidade. Muito pensamento sobre estas coisas faz doer a carola. Até porque procurar ansiosamente a resposta nos outros não resulta em nada, já que cada um tem o seu jeito. E no fim, voltamos ao ponto em que começámos. Ou seja, mais vale não pensar muito e seguir sendo feliz.

__leaving_to_live__ disse...

Amor por si próprio? E uma cabana para incluir todos os outros?

Eça disse...

olha, se a cabana tiver tv cabo até que rola, viu? :p

Nancy Wilde disse...

Infelizmente, não. Mas talvez comigo resultasse... talvez por isso nunca tive um relacionamento. Porque da teoria à práctica...

www.creampiechronicles.blogspot.com