12 de abril de 2011

djizas craist, não sei se é da lua, se aquilo é sempre assim.


Da Pediatria, preferem a história da miúda de 15 anos espancada pelo pai depois de a arrastar pelos cabelos de uma festa onde foi sem autorização, da miúda que os pais tiveram de chamar a PSP porque os quis agredir com uma faca de cozinha, da outra que ameaçou atirar-se do terceiro andar porque a mãe lhe tirou o computador, da que experimentou haxixe aos 12, das duas mães, no berçário, aos berros prestes a agredirem-se uma à outra com um dos bebés ao colo ou dos bebézinhos que só apetece apertar e dar beijinhos, abandonados pelos pais, à espera de instituição? [Sim, estou no Amadora-Sintra!]

Estou a gostar bastante. Não me sinto completamente à-vontade porque não estou habituada. Podem pôr-me um velhote acamado, dificilmente mobilizável, cheio de fios e catéteres que sou um peixe na água. Põem-me um recém-nascido e é do género eeeeeh pá! Mas isto com o tempo vai lá. Sério!




27 comentários:

MartaP. disse...

boa sorte!

mãe pimpolha disse...

Eu estou há quase há 8 anos napediatria, mas claro quie na terreola não encontro tanta coisa, mas olha que já apanhei umas bem giras. Dava para escrever um livro.
O meu estágio de pediatria foi no S. joão no Porto e tb foi jeitoso.
Beijocas

Miss Mags disse...

Esta juventude anda perdida...n sei como aguentas deve haver vezes que em só te apetece correr essas miudas sem juizo todas à chapada não? LOL

Roxanne disse...

eu ainda consigo sair das aulas de pediatria algo horrorizada com algumas coisas que vou aprendendo.

Odalisca disse...

Sempre é mais fofinho :)

Maria Inês disse...

Eu não era boa para pediatra nem para médica. Não gosto de ver as pessoas a sofrer. (ao menos quando chegam à farmácia já vêm melhorzinhos....ufff)

Hermione disse...

é mesmo essa a sensação, porque trabalhar com crianças é uma adaptação constante. mas com o tempo vamos lá. deixai vir a nós as criancinhas Cat :D

Maria disse...

Nesse caso posso apenas dizer-te que estás bem acompanhada. Segue daqui um beijinho para a Dra Ana Cristina Monteiro, a pediatra mais sensata que já conheci. Bom estágio!

Lady Me disse...

Xi.. Nem me imagino! Os bebés são TÃO frágeis!!! Boa sorte Catzinha (:

JB disse...

Lol sim, aquilo é sempre assim Catzinha..agora que estás aqui mais perto posso ir la fazer-te uma visita..Fui la há pouco tempo dar sangue, mas não me pagaram nada...fiquei um bocado chateado...e ainda se puseram a dizer que eu não ia poder fumar durante umas horas, mas eu negociei para 1h...e fumei passados 40mins..

joana disse...

Estás a ganhar versatilidade...
O tempo ajuda, é mesmo isso.

*B* disse...

Boa sorte, minha Cat Narizinho!

...Ju... disse...

eu tenho visto cada coisa em pediatria... nem imaginava que existissem coisas assim!

S* disse...

Certamente que é uma questão de hábito... deve ser complicado. Boa sorte :)

Kikas disse...

good luck :D esse tipo de adolescentes dá cabo da reputação da minha geração! LOL. aposta nos bebés, dão menos dores de cabeça que a malta de quinze anos :p tenho uma amiga que diz que tem um filho, fica com ele em casa até aos dois anos, leva-o para uma instituição, e vai buscá-lo quando ele tiver dezassete/dezoito anos x) ou seja, as crianças até à minha idade são todas estúpidas!!

Sally disse...

Claro que vai lá :)

Miss Murder disse...

Isso está bonito está. Cá esperamos mais histórias boas!

GATA disse...

Em relação às crianças abandonadas e maltratadas... "Mas as crianças, Senhor, porque lhes dais tanta dor?!" (Augusto Gil - Balada da Neve)

Não tenho filhos (nem penso ter) porque não quero criar crianças neste mundo.

Sofia disse...

Eu tb sou mais dos velhotes e de fugir às crianças de colo (se estiverem em idade de vómito constante e cocó amarelo e mole em grandes quantidades, ainda pior) :P mas eu tb nunca tive de os ver de catéteres e mais num sei quê... é capaz de ajudar

Zaahirah disse...

Amadora-Sintra? Estás pertinho de onde eu trabalho. Podes-me fazer uma visita um dia destes? Ao contrário é que não pode ser! xD

Red disse...

oh, não sei se já referi o quanto adoooooro criancinhas.... not. -.-'

Cat disse...

MartaP., obrigado :)

mãe pimpolha, é uma especialidade super rica em peripécias! E 8 anos é muito tempo :)

Miss Mags, elas estão lá mas não sou eu que as tenho visto. Até agora só vi bebés fofinhos e amorosos! ^^ Mas muitas dessas adolescentes ficam lá por motivos sociais e não propriamente médicos, até a situação ser resolvida.

Roxanne, isso é outra coisa que, com o tempo, também vai lá ;)

Odalisca, pois são! ^^

Maria Inês, e quando estão muuuuito mal não são eles que vão aviar a receita! :P

Hermione, we can do it! :D

Maria, ainda não conheci, eles são imensos lá no serviço :)

Lady Me, mas mesmo assim acho que nós pensamos que são mais frágeis do que na realidade são.

JB, LOL, ganda lata! x) Mas pronto, fico orgulhosa à mesma por teres dado sangue :D (mas não devias ter fumado logo, ó!)

joana, estou e gosto muito!

*B*, obrigado querida!

...Ju..., pois é, só mesmo vendo.

S*, acho que sou capaz de me habituar :)

Kikas, é verdade, há adolescentezinhos bem estúpidos, os bebés são bem mais fofinhos. Ah mas já estás quase quase a sair da idade crítica :P

Sally, :)

Miss Murder, sim! :)

GATA, é tão triste! :|

Sofia, eu não sei se sou mais de velhotes. Estou é mais habituada porque é com quem tenho estado. Logo no primeiro dia fui baptizada por um bebé que me bolsou na bata --'

Zaahirah, porque não? :P

Red, ooh não sejas mau-feitio!

Red disse...

essas histórias ao menos pareceram divertidas! ;P

Dexter disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dexter disse...

Mas pediatria não são só miúdos? Então uma tipa que sai à noite sem autorização que idade tem? No mínimo uns 14. Ou então sou eu que estou a ficar velho e ultrapassado e já saem mais cedo.

Cat disse...

Red, "divertidas" é o que tu queres dizer. Ou vá, divertidas para o TEU ponto de vista :P

Dexter, o intervalo etário abrangido pela Pediatria é dos 0 aos 18 anos. (a miúda tinha 15 anos). Mas sim, estamos a ficar velhos e ultrapassados à mesma.

SofC disse...

Já vi o que espera!