26 de outubro de 2009

A Mim Não Me Apanham Nessa!


Vim agora da minha tarde de trabalho de parto, no Bloco de Partos do HSM. É só o segundo parto que assisto no espaço de um ano. Se pensava que o primeiro tinha sido assim pro sujinho... Este foi mil vezes pior. Um festival de sangue e fluidos não identificados. Uma cascata de sangue que jorrava por entre as pernas daquela mulher! A ventosa, para puxar a cabecinha do bebé, puxada com uma tal força bruta (mas necessária) que se descolou. Raio do puto, que não queria sair! Depois, lá veio, roxo e enrugadinho. No primeiro parto a que assisti, mal saiu a Inês, tão pequenina, foi uma emoção. E, apesar de tudo, pensei logo "valeu a pena". Desta vez, depois de uma coisa tão sofrida, o único pensamento que ocupava a minha mente era "os meus filhos vão nascer de cesariana de certeza absoluta!". Parto natural, como a Mãe Natureza quer é uma filosofia muito bonita (especialmente quando não sonham com o que as espera!) mas não, obrigadinha, passo a vez!



Penelope Cruz




[ Logo eu, que quero ter, no mínimo, três! ]


31 comentários:

inês bandeira disse...

olha olha quem pelo meu blog passou (: ja dizia o apu nos simpsons: thank you, come again!

Rosie Dunne disse...

sinceramente também estou como tu.. quando tiver filhos, vao ser de cesariana!

Rosie Dunne disse...

*apesar de ter uns certos contrazitos.... :/

mary disse...

é o meu unico problema quando penso num bebezinho. são tao bonitos e assim, mas te-los??? maior panico!

Kikas disse...

ahah! a minha mãe pensava assim e não teve dores nenhumas, quase.. e com post's assim, vais acabar de vez com os partos naturais! :s

Cat disse...

inês bandeira: vou voltar :)

Rosie Dunne: claro.. Ainda não inventaram um método rápido, eficaz, indolor e sem nenhum risco. Era tão bom :P

mary: me-do!

Kikas: não tenho a culpa, é o que eu penso :P acontece que nunca vais saber se vai ser um parto tranquilo ou não até ele acontecer! :P

Malinha viajante disse...

Eu gostava que fosse ao natural, mas sem muitas dores tá bom?? ;PP
bjs

Menina do Mar disse...

Ah fiquei com uma ideia tão diferente depois de dois dias no Bloco de partos. Quero parto natural!!
E também assisti assim a partos "feinhos", mas os bonitos compensaram os feios e as cesarianas estão incluidas nos feios...vi uma cesariana em que o menino saiu a ferros...:s Mas vi um parto em que foi o pai que puxou o bebe para fora :)
enfim... nota-se muito que é a àrea que mais gosto? =P

**

Jedi Master Atomic disse...

"Uma cascata de sangue que jorrava por entre as pernas daquela mulher!"

Never Ending Bloooooooood !!!
muahahahahahah

Cat disse...

Malinha viajante: e mais alguma coisa? ;)

Menina do Mar: eu gosto de Obstetricia também...apesar de não ser a minha área preferida. Mas uma coisa é ser obstetra e outra é ser mãe e quando nos toca a nós ocupar o lugar na marquesa! Lá está, é muito variável.. Hoje foi mau. Espero ver outros que me façam mudar de ideias! :P

Jedi: LOL xD

*B* disse...

Catzinha, eu também quero ter 3 ;)

Quanto ao parto, gostava de ter os meus filhos de parto normal, mas depois deste texto... [lol]


Beijinho*

Lady me disse...

Cesariana pra mim também please!

Quando eu tinha 13 anos assisti a um em vídeo-conferência no museu da cultura e ciência da Corunha e fiquei chocada pra vida!

♥ Guida disse...

Eu, cicatriz à mostra? No way :P Venha o parto natural e sem complicações ;D


Beijinho

Cat disse...

*B*: LOL fazes a experiência com o primeiro e depois logo vês ;)

Lady me: pois...

Guida: o único inconveniente é que pode ter complicações - e muitas!

suspiro de baunilha disse...

Então mulheres?? essa coragem? Não custa nada, a sério! Ou melhor é uma dor compensada minutos depois... E basta pensar no depois, durante! ;) beijocas

Swadharma disse...

Eu sou mais radical miau... eu não quero filhos =P
Mas sim... sei que ás vezes vêm pra li fluidos... e não só... que é... blargh! Lol

Whiskas saquetas!

Alessandro disse...

Eu quero muitos filhos (one day... not today), mas não me peçam para assistir aos partos sff... Não tenho estomago para isso. lol
bjs

Olhos Dourados disse...

Não me assustes que eu também espero ter filhos um dia!

Faz de Conta disse...

Pois, eu penso da mesma forma e nunca assisti a nenhum. Mas do que contam...até assusta. E o sofrimento depois... eu bem vi a minha mana coitada.
Eu também penso ter no mínimo 3, o ideal seriam 4 :) mas dependerá muito da situação económica na altura.
Enfim, venham muitos e de preferência de cesariana!

Dexter disse...

Ainda bem que sou homem...é só o que digo :p

formiga disse...

Acho que vou optar pelas adopções. Não sei se tenho capacidade para digerir isso e muito menos as estrias e a pele estalada e as fordurinhas que nunca mais saem e essas coisas que por muitos cremes e coisas que usemos nunca mais ficam as mesmas

Sara disse...

Eu acho que eles devem nascer como der melhor para os dois (mae e filho)
O parto normal, suja sim, mas depois fica tudo (quaze) bem
Recuperares duma cesariana nao é pera doce.
EU espero muito ter filhos, um pelo menos (a vida está complicada), como nascerem nasceram

D* disse...

Eh valente, "só" três filhos? És corajosa, muito mesmo :D

Clara disse...

eu passei por ambas [parto natural, forceps e nada de epidural] e cesariana [com epidural] e recomendo a cesariana. para quem quer ter muitos filhos é problemático, a partir da terceira cesaria, o risco de romper o útero é enorme.

Framboise disse...

Curioso, 3 também é o meu número. :) Mas admito que só de pensar na hora do parto acobardo-me um bocadito.
Eu cá vou ver partos de vacas e afins no meu curso, que também não hão-de ser mais limpinhos ou bonitos.
Beijoca

Cat disse...

suspiro de baunilha: e quem é que durante consegue pensar no depois? :P

Swadharma: não queres, de todo? Oh! Não vais deixar Swadhzinhos miniatura!

Alessandro: é como a generalidade dos homens, sem querer desfazer :P

Olhos Dourados: não digo mais nada!

Faz de Conta: também queres uma familia grande :)

Dexter: pois... xD Foi o que disse o meu colega rapaz que esteve lá comigo!

formiga: deve ser muito bonito adoptar :)

Sara: claro, sem dúvida que o importante é nascer!

D*: :) gosto de famílias grandes!

Clara: ah, o que eu pensava, enfim um testemunho de quem já viveu :)

Framboise: de vacas também é pouco higiénico, diz que sim...

Maria disse...

Possivelmente como sou diabética terá de ser cesariana, mas sinceramente, se puder optar era essa escolha que eu fazia. "Assusta-me" um parto não planeado..

bjnho.

Lia disse...

obrigadinha pela imagem! Mas eu sou corajosa e qd tiver um filho é naturalmente! (digo eu agora que qd for a hora vai ser ver-me chorar por uma cesariana)

3Picuinhas disse...

:D:D:D inda estou a rebolar de riso...ó Dra. Cat então? pode ser feinho mas há coisas piores. Parto natural com epidural faz-se bem (digo com a certeza de quem esteve 20 horas em trabalho de parto, deu para ver o debate parlamentar e dormir uma sestinha nos entretantos); cesariana com epidural faz-se MUITO bem (digo eu com a certeza de ter parido uma prematura por cesariana em apenas 30 minutos). Bom bom era apanhar na sala de partos médicos e enfermeiras com sensibilidade-- como o meu Dr. Chai e a sua equipa --, isso sim, facilitava imenso o trabalho de parto.
De resto o melhor é começar bem cedo a entender que parir é natural mas que não tem obrigatoriamente de ser um acto sofrido ou traumático. A primeira vez que assisti a um parto tinha 24 anos, na MAC, assisti ao nascimento do meu sobrinho mais velho que nasceu a fórceps. Se foi marcante? Foi, sobretudo pela emoção de quem assistir a um acto médico apesar de estudar...arqueologia :)
Por isso força Dra. Cat! e se puder, entre uma contracção e outra vá dando umas palavrinhas de incentivo à "parideira". Vai ver que é recompensada com uma mãe muito feliz :)

♥ Guida disse...

Eu não vou ter dessas coisas. Oh, pessoa mais descomplicada que eu não há *cof cof*


Beijinho

Cat disse...

Maria: e se de qualquer forma preferes ;)

Lia: ah mulher! :D

3Picuinhas: claro que é natural (quer dizer, a epidural ja desnaturaliza um bocado a coisa e ainda bem!) o que não quer dizer que não haja partos traumáticos, não por insensibilidade da equipa médica mas por necessidade ou p.ex. sobrevivência do bebé. Tive "azar" com esta grávida que não queria palavra nenhuma de incentivo, queria era ficar sozinha na sala, sem ninguém, estava sempre a expulsar-nos! :o LOL

Guida: espero que tenhas razão :D