10 de junho de 2009


Portugal, Camões e Comunidades Portuguesas, Corpo de Deus e Santo António:


OBRIGADO!
[ Fico a dever-vos uma!]


23 comentários:

Jedi Master Atomic disse...

LOL !!! Não há nada como o belo do feriado a ocupar a semana toda ;)

~ rita disse...

Ahahah xD

pedro disse...

podia ter calhado no proximo ano que ja devo estar na faculdade ...

♥ Guida disse...

Este ano não fizeram grande coisa por mim :P


Beijinho

Hermione disse...

sao fofos, apesar de serem passado a estudar, sempre nos livram das aulas :p

Rita disse...

ahaha
Isso faz-me lembrar que as únicas vezes em que eu agradeço a existência da religião é quando há feriados com isso relacionados.

Swadharma disse...

Já o S.Pedro, fica a dever-nos uma a nós =P

Bafejada pelas Musas disse...

LOL tas lá Cat. Ficamos todos:D mas estou com o Swad, S. Pedro está a dever-nos uma pra lá de gigante... era só "chapa-lo"*******:P

JorgeMiguel disse...

Os feriados dão jeito mas eliminaria 3 ou 4 deles. Refiro-me aos religiosos.

O Estado Português é um estado laico portanto não tem qualquer cabimento a celebração desses dias em formato feriado. E se queremos justifica-los pela existência no país duma maioria Católica, ou - mais lato - Cristã, então para isso temos o Natal, a Sexta-Feira Santa e a Páscoa. Deixem-se estar esses.

A temática dos dias a seguir referidos manter-se-ão, claro, para os religiosos genuínos mas como feriados deveriam acabar: Corpo de Deus, Assunção de Nossa Senhora, Dia de Todos os Santos e Imaculada Conceição. Não faz sentido. Além de que também existem outras crenças e o Estado no Século XXI devia, deve e deverá pautar-se pela equidade junto dos seus cidadãos.

Ao início referi eliminação de três ou quatro feriados. A minha dúvida seria o Dia de Todos os Santos pois há tendência para também se assinalar o Dia de Finados e parece-me uma causa nobre o respeito pelas pessoas já desaparecidas (se bem que a aplicação desse sentimento não teria necessariamente que ser pela via do feriado).

Esta é a minha posição enquanto teu/vosso concidadão. Mas imaginemos que qualquer um de nós fosse governante da nação e, concordando comigo, quisesse levar avante esta medida. Não seria impossível mas estão mesmo a imaginar as agitações religiosas, sociais e políticas (as chamadas jogadas político-partidárias) que iriam acontecer. De certeza com manifestações na rua. As sensibilidades democráticas e a governabilidade de Portugal é um equilíbrio difícil de conseguir e na realidade também existem assuntos mais importantes a resolver do que os feriados religiosos.

Por incrível que se possa pensar, talvez uma forma de se conseguir esse intento fosse uma revisão do Código do Trabalho! Os dias obrigatórios de férias são 22. E acrescem-se mais 3 dias condicionados sobretudo à assiduidade (quem está habituado a baldar-se ou a chegar sempre atrasado às aulas depois quando começar a bulir vai sentir na pele a mão pesada da legislação!). Essa regulamentação tem a sua lógica – mas de prática não muito fácil – num país que no geral precisa de aumentar a sua produtividade mas, por mim, dado que já vivemos num ambiente tão pressionante e competitivo acho que os 25 dias de férias (cinco semanas completas) deveriam ser obrigatórios. Nada tem a ver com religião e a alteração deveria ser feita de forma independente mas, para se obterem resultados, poder-se-ia jogar aqui uma negociação. Menos feriados religiosos, mais dias de férias.

Claro que os efeitos desta acção basicamente só se sentiriam em quem trabalha. Em quem estuda os efeitos seriam provavelmente negativos...
E actualmente esses feriados sabem-me bem? Ai pois saabbbeeeemmmmm! Mas devo elevar os meus princípios sobre uma minha mera conveniência hedonística.

Este talvez seja o meu comment mais controverso. Não quero tornar tipo um fórum parecido com os websites dos media em que, recorrentemente, os quasi leitores anónimos desatam a maltratar-se uns aos outros sobre opiniões diferentes em relação a determinada notícia, mas também não quis deixar de usufruir das audiências :-) do blog da Cat (desculpa as minhas usurpações XXL!) para expor a minha opinião ;-)

Devo passar por um g’anda chato mas desde que daí advenha mais uma reflexão sobre o tema já terá valido a pena clicar ‘Publicar o seu comentário’.
Jok@s!


P.S.: Ainda a respeito de laicidade e religiosidade nos Estados, cai-me muito mal ver os presidentes dos EUA a inaugurarem a sua administração fazendo juramento com a mão sobre a Bíblia ou ainda também, se por acaso algum de nós for chamado como testemunha a um tribunal americano, ter-se o oficial de justiça a perguntar-nos «Do you swear to tell the truth, the whole truth nothing but the truth, so help you god?» Acho que Deus nada tem a ver com o dizermos ou não a verdade, toda a verdade, nada mais do que a verdade! Ou és boa pessoa ou não és. ( mas também não é preciso sermos uns insonsos anjinhos! :-D )

Miss Mau Feitio disse...

lol agradecemos todos...

Swadharma disse...

Jorge Miguel: Por um lado é estúpido que se jure com a mão na Bíblia, etc, por outro lado percebe-se perfeitamente!
As religiões são política. E por isso é que está tão entranhada na política propriamente dita!

Jesus Cristo foi, basicamente, o primeiro Comunista conhecido.
E as religiões, umas mais á direita, outras mais á esquerda, são formas de política!
=P

Jedi Master Atomic disse...

Jorge Miguel,

Tenho uma curiosidade. Tu respondes sempre a tudo com testamentos? looool

mjf disse...

Olá!
lol
Vieram mesmo a calhar:=)


Beijocas

o dono do blog disse...

Ficas a dever uma... a cada um. Ficas a dever três! :D
Beijinho

JorgeMiguel disse...

Em resposta a alguma curiosidade de tanto teclar!...
Quando os post da Cat abordam algo que me é mais caro e do qual fizera antes algumas reflexões aproveito o formato do discurso escrito para expor as minhas ideias de um modo mais estruturado e semanticamente elaborado. Julgo que é um meio propício para o fazer evitando o modo telegráfico ou de SMS.
Normal e oralmente é me mais difícil falar de maneira mais profunda e espontaneamente escorreita. Sem prévia preparação os pensamentos surgem algo desordenados. Palavras escritas e tempo permitem-me melhorar as cogitações. Mas como não há bela sem senão, quando acabo e olho para o texto, vejo que do monitor irrompeu um testamento! (mas a Cat já está mais ou menos habituada!:-)
Porque não expor isso em blog próprio? Para não ficar agarrado como já me aconteceu! Já o tive, era/sou o The Artist (nick também autocrítico) – a Catarina também ‘lá entrava’ nessa dinâmica de grupo particular e de temática cóltóral! – mas achei por bem e naturalmente parar. Talvez um dia regresse em força à blogosfera! Isto se houver outros bloggers que aguentem este chato testamenteiro! ;-)

Swadharma disse...

Jorge Miguel: Tem todo o meu apoio! Prefiro testamentos, aquelas mensagens do tipo "Ya. Bjo"!
=P

Patrícia disse...

Calha mesmo bem, 2 feriadinhos :) Aproveita-os!

Daisy Maria disse...

és tu e eu :D só dispenso o santo antónio, que não estou em lisboa. ahah

Jedi Master Atomic disse...

Cat Maria...lol

É dia de reservas do jantar. Fiz um post sobre isso, vai la ver por favor.

formiga disse...

Acho que há uma grande parte de portugueses que ficam a dever uma a eles também!!!

Beijinhos

Lady me disse...

Hihihi, não posso agradecer ao Santo António mas vou agradecer ao S.Pedro xD lá mais para a frente!

Viva Portugal, é sempre bom dizermos isto, já que é o nosso cantinho...

Beijinho*

Dexter disse...

Eu nem sabia a que se devia o feriado de dia 11...soube-o agora!! :D

Cat disse...

Jedi: ah pois! xD

~rita: :D

pedro: até podia calhar este ano e no próximo ;)

Guida: por mim fizeram! :)

Hermione: pois, isso é que é triste, ter de aproveitar os feriados p/estudar que foi o que me aconteceu. Mas smp dá p/descansar mais assim :)

Rita: LOL como eu! :P

Swadhzinho: nem esteve assim tão mau o tempo :)

Bafejada pelas Musas: mesmo assim acho que prefiro feriados com mau tempo do que não feriados com bom :P

Jorge Miguel: eu concordo com tudo o que dizes mas sabes como a preguiça se impõe... :P Por isso não vou dizer que os feriadinhos não me sabem bem. Levantaria imensa controvérsia, de certeza, acabar com esses feriados. Penso que tens razão: pode existir a celebração, sem ser feriado. Ou deveria ser assim... Sim, pôr a mão sobre a Biblia p/jurar que se diz a verdade...era mesmo uma boa forma de me fazer mentir :P
Estás à vontade para levantar polémica aqui :)

Miss Mau Feitio: siiim! :)

mjf: podiam vir mais 3 esta semana :P

o dono do blog: sim, uma a cada um, três! :)

Patricia: para mim foram 3, um deles ao Sábado ;)

Daisy Maria: eu tbm não estive em Lisboa mas o feriado na minha terra é no mesmo dia por isso, esteja onde estiver, há smp festa e santos :)

formiga: sim, quase todos!

Lady me: viva! :)

Dexter: o que só prova que este é um blog didáctico! ;)