28 de maio de 2009

E vocês, estão satisfeitos?

Eu estou satisfeita com o que vou ser. Mas há muitas coisas mais que gostava de fazer, aprender e experimentar. Tenho interesses polivalentes. Alguns só mesmo para enriquecimento pessoal. Mas a sociedade não está organizada dessa forma. É uma inevitabilidade. Somos formados para ser o melhor possível no que fazemos e não para poder ser muitas coisas diferentes.

Eu gostava de ser actriz (esta perturbou-me até muito muito muito tarde). Gostava de ser organizadora de eventos, escritora, filósofa, fotógrafa do National Geographic, consultora de moda, educadora de infância, massagista (daquelas a sério, não é massagista erótica, ó!), bióloga marinha, historiadora de arte, produtora de frutas e legumes biológicos, realizadora de cinema, nutricionista, ter um salã
o de chá que cheirasse a incenso, ter um barzinho lounge, trabalhar numa galeria de arte, ser jornalista, bibliotecária, relações públicas, instrutora de mergulho, hospedeira de bordo, bailarina, recepcionista de hotel, gerir uma quinta de turismo rural, ir para África salvar chimpanzés de serem traficados.

Kate Moss


É suposto querermos ser muita coisa só quando temos menos de dez anos?



33 comentários:

formiga disse...

sim é...eu sempre tive ideia fixa do que queria e em nada alterou, embora agora va descobrindo diversas areas com as quais tambem me identifico e as quais gostaria de aprofundar melhor...mas os longos anos que "perco" por uma area deixa-me sem vontade de partir para outra...

Beijinhos

Olhos Dourados disse...

Eu também queria ser muita coisa e nem por consegui aquilo que queria mesmo... Mas pronto.

disse...

"ter um salão de chá que cheirasse a incenso" - eu tambémmmm! Vá-se lá entender, mas adorava a ideia!

pedro disse...

eu quero ser parasita da sociedade, ai espera ja sou,entao nao quero ser nada xD

Cat disse...

formigo: exacto...se eu experimentasse nem que só metade das coisas que enumerei, dava por isso e já estava em idade de reforma ;P

Olhos Dourados: nunca é tarde! :)

Bê: adoro, adoro! :)

pedro: LOL já és um homem realizadO!

MiKrafts disse...

Eu tb adorava ser mil e uma coisas... espero pelo menos não ser só uma e realizar algo mais:P
bjs*

Swadharma disse...

Eu quis ser algumas coisas... mas o que perdurou mais tempo foi arqueologo (Indiana Jones) e médico (ER). Agora... sonhos... só mesmo fazer um concerto ao estilo Coldplay acustico =P Ja fiz uma actuação como uma Tuna, por isso está semi-realizado, porque foi acustico, lol =D
E acho que nunca senti que tivesse um talento especial para algo... =\ hummm... não sei... acho que se podesse escolher uma profissão, e com formação adequada, me sentia bem a dar aulas de Body Balance. Gosto bastante =)

Beijinhos e whiskas saquetas
Miauuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu
*********

♥ Guida disse...

Não, Cat! :| Posso dizer que quero (e hei-de) ser Enfermeira? E designer, e trabalhar nos restauros, e costureira, e pasteleira, e modelo, e educadora de infância, e veterinária, e organizadora de eventos e essas coisas todas bonitas? Posso querer falar espanhol, francês, japonês, finlandês, russo, polaco e essas línguas todas?

Serei a única pessoa no mundo que acha a Kate Moss feia? Ela é estrábica :S Parece um coelho com mixomatose. A sério!

Beijinho

S . disse...

Tiro o "só" :) também é suposto querermos muita coisa ao longo dos anos... o pior é que quando enveredamos por um caminho, entenda-se, vá, área, já é mais complicado voltar atrás, começar do zero (quase).
E quando queremos algo e sabemos que há sempre alguma coisa que nos impede de seguir? E não me digam que não há nada, porque é mentira. Eu tinha sempre na cabeça que queria ser médica; pediatra, mas outra área também servia. Mas não tinha cabeça (= jeito) p'ra química, matemática e derivados, não tinha. Logo, não segui.
E hoje estou numa área que gosto também, mas ainda não posso dizer que sei o que quero enquanto profissão. Não sei. Acho que nunca vou saber ao certo... e acho isso bom. Porque o que eu sei e quero mesmo é fazer de tudo um pouco :]

beijinho *

Jedi Master Atomic disse...

"Gostava de ser organizadora de eventos"

Dia 18/6 já te podes considerar como uma :P

"educadora de infância"

Basta ter um namorado....looool


Quanto às outras nao me vou pronunciar porque hoje sinto-me bonzinho :P

Rosie Dunne disse...

ai, eu tambem quero tanta mas tanta tanta coisa. o problema é que uma vida so nao chega para tudo isso :$

Bafejada pelas Musas disse...

Bom tema. A verdade é que o nosso país nem é só o não estar preparado para que nós possamos fazer várias coisas mas principalmente deixa muito a desejar no que toca a oferecer-nos futuro seja qual for a nossa escolha. Senão vejamos eu fui parar a cientifico natural pelo fascinada pelas ciências. Quando lá cheguei levei com o balde de agua de química e matemática. pensei em ser bióloga (marinha ok também confesso:P) e descobri que não tinham o que me oferecer neste país. Fui parar a letras. Digo-te que gosto do que estudo e do meu futuro. Mas agora vamos à parte gira da história. Ao segundo mês de 10º ano descobri que gostava de artes. Sei lá eu gostava das artes plásticas. Mas não quis mudar para não perder um ano nem os amigos. Ironia das ironias, dois anos depois, graças a uma mulher que me "adorava" e que pseudo leccionava química, fiquei um ano a fazer essa mesma disciplina. No decorrer de todo o secundário desenvolvi ainda mais gosto e jeito(palavras de terceiros mas eu até gosto do que me sai das folhas em branco) pelo desenho mas(espantem-se) não há saídas de jeito em portugal para quem quiser seguir isso. Dava tudo para trabalhar po pessoal da disney ou da pixar. Mas cá não tenho hipótese. Hoje em letras tenho uma componente de arte nas minhas disciplinas. Amo. Correntes artísticas, contextos históricos... Uma coisa tenho a certeza. Um dia vou tirar uma licenciatura em História da arte. Quando não sei. E continuo desenhar. Em aulas, em colóquios, no registo civil, no autocarro. Já ouvi demasiadas vezes a pergunta "que fazes tu em letras?". Não sei responder.
O que eu gostava de ser? Gostava de desenhar para bds, para a disney ou para a pixar, gostava de ser astronauta(sonho de criança), gostava de ser educadora de infância, gostava de ser professora de literatura, de artes, de educação visual, gostava de ser estilista, pasteleira, dançarina, actriz de humor,bióloga marinha...

O que nós podemos fazer é enriquecermos esses nossos gostos no tempo livre;)*********

Daisy Maria disse...

não, não é só quando temos menos de dez anos. e até mesmo quando temos a certeza do que queremos, às vezes apetece-nos fugir e deixar tudo para trás! começar de novo, de outra forma.
temos mentes muito férteis :)

Bea disse...

Claro que não :) enquanto temos sonhos temos tudo... eu também já quis ser muita coisa (vá, e ainda quero) mas há sonhos que não passam de sonhos. Embora seja sempre gratificante tê-los e se os conseguirmos realizar então melhor ainda :) beijinho

mary disse...

Gostava de poder tambem dizer que estou satisfeita com o que vou ser! Se ao menos soubesse... Estou em turismo, e como tal, queria ser hospedeira de bordo, recepcionista num hotel, trabalhar numa agencia de viagens ou ser guia turistica. mas tambem gostava de ser advogada, escritora, actriz, bilogoa marinha, engenheira quimica, jornalista, dentista, médica cirurgiã, médica pediatra, e é tudo do que me lembro agora... queria ser tanta coisa, e já tenho mais que dez anos :X

Jojozinha disse...

eu dentro de muitas essas e outras coisas, queria trabalhar na caixa dum supermercado! e essa era a minha primeira opçao! ve so...

Patrícia disse...

É perfeitamente normal. Eu também passe pela fase se querer ser bióloga marinha, mas depois recuei e pronto. Agora é Veterinária e não tiro a ideia da cabeça!

Hermione disse...

médica, professora, sei lá, tt coisa :p mas hj estou felicissima com o meu curso e realmente vejo-m nele :)
bessos*

~ rita disse...

Eu ainda continuo a sonhar. Porque, até ver, o sonho faz viver. :P

Blog do Óbvio disse...

Cat, muito bonitinho o que você escreveu. Na minha opinião, Deus distribui um dom para cada ser humano. É o que chamamos de vocação. Dentro dessas características nos adaptamos às diversas oportunidades de colocação do mercado de trabalho. É interessante que se goste do que faz. Sempre estaremos satisfeitos e bem dispostos para cumprir os "desafios". A mídia vende a idéia de que temos que ser os melhores no que fazemos. Não é bem isso. Dentro de nossas limitações, devemos fazer o melhor que podemos. Lembre-se que estamos aquí para USAR o mundo e não o mundo nos usar. Trabalho, sim. Escravidão, não.
Beijinhos vocacionais. Manoel Eduardo - Brasil.

o dono do blog disse...

não é massagista erótica?
Que pena! ahahah

Eu estou muito satisfeito com o que sou. Acordei vivo, por isso não me posso queixar muito.
Mas a maior parte das pessoas têm muitos sonhos que, ao longo da vida, vão ficando por realizar. Até chegar um dia em que estar vivo (que é o contrário de estar morto:D) já é tão bom, que desejar mais até pode ser considerado um "abuso".

Beijinhos

Lady me disse...

Oh! Se não é! Eu continuo a querer ser tanta coisa! Mas certo é que vim parar onde estou sem saber bem a razão! Queria ser missionária e África e/ou designer de moda e poetisa e quando era pequena! :O Eheheh, vamos sendo em part-time ou então em sonhos, porque não se pode mesmo ser tudo ao mesmo tempo!

Beijinhos*

mjf disse...

Olá!
Eu sempre quis ser o que sou :=)
Mas acho que muitas crianças o querem...

Beijocas
Bom fim de semana

tiago disse...

Toda a gente é assim quando tem 10 anos. Mas com tanta coisa que querias ser, acertast na que quetiaS?

Hobbes disse...

Pergunta...salão de chá a cheirar a incenso, não seria em Amesterdão pois não?

De resto acho natural. Eu sinceramente estou insatisfeito com o meu rumo profissional, maldita sociedade de entretenimento americana fazia da advocacia uma coisa interessante... não é bem o que esperava.

Por acaso achei piada a uma ou duas referências. Fotógrafa do National Geographic é um daqueles sonhos que realmente seria feliz.

Gostei da ideia de ter um barzinho lounge, também sempre foi uma vontade minha, talvez menos que ter um restaurante onde pudesse cozinhar, mas o barzinho já me faria feliz.

A melhor de todas, realizador de cinema, isso sim batia tudo o demais ao nível de satisfação.

Não me posso queixar muito, apesar do rumo profissional não ser o almejado, existe sempre tempo para hobbies, e fico feliz por saber tocar um instrumento musical, por ter tempo para escrever um livro, por fazer rádio, tenho tempo para ler devido às insónias, pude praticar um ou dois desportos que sempre me fascinaram.

No fundo o que quero dizer com isto é que mesmo que não se possa realizar todos os sonhos profissionais, ou várias alternativas, podemos através de hobbies, meros passatempos, satisfazer algumas dessas vontades, um pouco no amadorismo, mas sempre com um intenso sabor de dever cumprido.

Myllana disse...

Sonhamos muito mas a vida as vezes....cruza outros caminhos. Que eu lembre eu queria ser: bailarina,fotografa,prefessora..rss
Aquelas coisas que toda criança sonha..

Bom fim de semana

Joana disse...

Fotógrafa do National Geographic :D também quero, sem dúvida. Também sou daquelas pessoas que tanto gosta de experiências, Química e tabela periódica como gosta de História e arqueologia ou gosta de literatura. Por isso é sempre me foi dificil dicidir pelo que havia de escolher.. Se bem que Fotografia.. :')
E filosofia não está nada mal, já tinha pensado nisso.

Dexter disse...

Também estou satisfeito com o que faço, mas claro que há coisas que gostava de ter sido.

E uma delas era ter sido médico.

E outra, mais uma que n tem nada a ver com a minha área, é astrofísica. Leio mto sobre isso apesar de n perceber nada...

Swadharma disse...

Eu já instalei o Firefox, hoje estou satisfeito porque vi pela primeira vez o teu blogue 'bonitinho' =D

Cat disse...

MiKrafts: espero que sim! :)

Swahdarma: podes treinar ensinar-me Body Balance, se quiseres! Eu gostava de aprender! :D Viva o Firefox! :D Miiiau! xD

Guida: tbm queres ser tanta coisa... :) Mas tbm não admira para uma pessoa com tantos talentos! :) Nunca tinha reparado mas agora que dizes, o olhos direito dela está a olhar em frente e o esquerdo está a olhar p/outro lado que não tem nada a ver! :O

S.: eu concordo contigo, existem coisas que, por um ou outro motivo, não podemos mesmo ser. Mas olha que há pessoas que depois de já terem seguido um caminho, desistem, voltam atrás e começam tudo do zero. Admiro-as! :)

Jedi: ai que querido, só isso? Estavas mesmo bonzinho! ;)

Rosie: por isso é que deve dar jeito acreditar na reencarnação ;) talvez noutra vida! **

Bafejada pelas Musas: uau, adorei o teu comentário! Continua sempre a desenhar, se é o que gostas de fazer, não interessa em que área estás. Podes desenhar sempre que quiseres, em qualquer lado, não precisas de estar em curso A ou B. Espero que ainda consigas um dia! A Disney ainda não te levou pq não te conhece :) beijinho, querida *

Daisy: mas é preciso coragem, não é? :)

Bea: às vezes há alguns que não passam de sonhos pq se calhar nunca fizemos nada no sentido de os tornar reais :)

mary: quase nunca sabemos se vamos gostar de ser o que vamos ser até o sermos efectivamente. Turismo é giro! :)

Jojozinha: lol :P

Patricia: toda a gente aqui quis ser biologa marinha? :P

Hermione: ainda bem, isso é que interessa :)

~rita: claro! :)

Manoel Eduardo: trabalhar para viver e não viver para trabalhar! :) beijo *

o dono do blog: aguardo o dia em que não vou desejar absolutamente mais nada do que estar viva ;P mas penso que não está para breve, quero sempre tanta coisa, sou uma eterna insatisfeita!

Lady: ir sendo umas coisas em part-time é uma opção saudável e boa pq realmente nunca mesmo podermos ser tudo! beijo *

mjf: astronauta? :P

tiago: mas eu já não tenho 10 anos ;P acertei, sim! :)

Hobbes: uma coffee shop? ;) lol Olha que acho que tbm me ia dar bem nesse ramo! xD Pois, são as opções que faço tbm: em part-time, em regime amador...a opção às vezes é: isso ou nada! **

Myllana: as crianças têm todos sonhos comuns :)

Joana: ainda tens tudo à tu frente! :) (Vai para Fotografia, pah! Eu sei que adoras! :D )

Dexter: astrofísica tbm não é comigo! :P

Talisca disse...

Sim é!!! Eu tenho mais dez que tu e aos 21 também queria e sonhava com muita coisa....aliás, eu acreditava piamente que iria alcançar tudo e muito mais!!! Vai ao meu blog e lê na etiqueta "Aniversários" o Post "31 anos...." !!! Gostei do teu espaço pita!!! ;) Vou seguir-te!!!

Cat disse...

Talisca: vá, vou levar o "pita" na desportiva ;) LOL obrigado pelo comentário, sigo para o teu blog já a seguir :) *

Rocio disse...

A verdade é que ele é muito bonito, eu acho que sempre é bonita porque tem as melhores coisas, espero que em algum momento têm a chance de ter lentes de contato